IV MOSTRA CINEMA SESCPE
Continue

FRAGMENTOS DE GONDWANA

O impacto do Óleo em Suape – PE, e suas consequências até hoje.

Graduado em Cinema e Pós graduado em Técnicas de Áudio, atua no audiovisual nas funções (direção, desenho sonoro, fotografia e montagem). Desde 2009 venho realizando vários trabalhos: “Cerol” (2010), “Case” (2011), “Dique” (2012), este último, premiado nacionalmente, e “Setembros” (2013). Fiz a fotografia, montagem e desenho de som no documentário experimental “Encantada” (2013); fui diretor de fotografia no curta “Tarja Preta” (2014); no documentário “Avenida Presidente Kennedy” (2014) assino a direção, roteiro, fotografia e montagem; trabalhei como editor de som na ficção “Os filmes que moram em mim” (2015); executei a direção, fotografia, montagem e design de som no documentário “Milagres” (2016); fiz a direção do documentário experimental “Freqüências” (2017); fui diretor de fotografia do curta "Terra Não Dita, Mar Não Visto" (2017); assino a direção dos documentários "Metroréquiem" (2020), "Fragmentos de Gondwana" (2021) e o documentário homenagem "Dona Dora a Mística do Boi" (2021), realizado para a Mostra Periférica de Camaragibe. Realizei a direção de fotografia, montagem e design de som do documentário "Da boca da noite à barra do dia" (2021), sobre o Mestre Martelo de Condado-PE.

Roteiro
Adalberto Oliveira

Produção
Adalberto Oliveira e Enaile Lima

Direção de arte
Andrea Figueiredo

Direção de fotografia
Adalberto Oliveira

Montagem/Edição
Adalberto Oliveira

  • CINEMA CONTEMPORÂNEO

  • OS ÚLTIMOS ROMÂNTICOS DO MUNDO

  • D-20 VERMELHA