IV MOSTRA CINEMA SESCPE
Continue

O BEM VIRÁ – ACESSIBILIDADE

Treze mulheres, treze ventres, treze esperanças, uma foto. E uma busca pelas mulheres que, em 1983, em uma seca no sertão do Pajeú pernambucano, lutaram pelo direito à sobrevivência, num contexto em que ser mulher era se limitar à função de administrar a miséria.

Pajeuzeira do sítio Matinha em Carnaíba-PE, onde teve o primeiro contato com a poesia, pelo repente de seu pai. Lá viveu até os 5 anos de idade e depois seguiu com a família para a zona urbana de Afogados da Ingazeira, cidade que fez morada sentindo a poesia e a arte até 2017. Cursou licenciatura e especialização em História pela atual FASP (Faculdades do Sertão do Pajeú). Teve sua vivência atravessada pelo feminismo, militando em vários grupos e coletivos dentre eles, associou-se ao Grupo Mulher Maravilha e articulou o Fórum de Mulheres do Pajeú. A partir desse contato, idealizou e dirigiu o documentário "O Bem Virá", sobre resistências das mulheres organizadas, contra os efeitos da seca e do machismo, mulheres que semearam juntas dignidade. Em 2017 mudou-se para Recife para continuar sua pesquisa sobre o Movimento de Mulheres no sertão do Pajeú, agora no mestrado em História pela UFPE, na ocasião também se aproximou do Mulheres no Audiovisual PE (MAPE) e compõe equipe do projeto “As poetas do Pajeú”. Mulher sertaneja, professora, pesquisadora, produtora cultural, poeta, realizadora audiovisual e Pajeuzeira, Gente. Com Maria Samara de Almeida cultiva a Pau d’arco Produções.

O BEM VIRÁ
Roteiro
Uilma Queiroz

Produção
Vilarejo Filmes

Direção de fotografia
Maira Iabrudi

Produtora
Kika Latache e Livia de Melo

Montagem/Edição
Amandine Goisbault

  • D-20 VERMELHA – ACESSIBILIDADE

  • OS ÚLTIMOS ROMÂNTICOS DO MUNDO – ACESSIBILIDADE

  • MARIE – ACESSIBILIDADE